20 fevereiro 2018

AMC/CGM interessada em estar presente em 2019 nos Estados Unidos da América


A Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira estabeleceu contactos com a Direção da "Oregon Wine Brotherhood", com sede na cidade de Lake Oswego, no Estado de Oregon (Pacífico), com a qual manifestou o seu interesse em ter relações de amizade e de intercâmbio com a Confraria dos Estados Unidos da América.

A Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira manifestou igualmente o seu desejo em estar presente num evento da "Oregon Wine Brotherhood ", em 2019, nos EUA.

Estreito de Câmara de Lobos, 20 de Fevereiro de 2018. 


17 fevereiro 2018

Restaurante no Luxemburgo inclui gastronomia madeirense no menu


A Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira congratula-se com a promoção de vários pratos da gastronomia e bebidas madeirenses feita pelo Restaurante 'Madeira Stuff', na cidade de Luxemburgo, capital do Grão do Luxemburgo. 

14 fevereiro 2018

INVITE - 18th Big Chapter of Madeira Gastronomic Brotherhood - from 27th to 30th of April of 2018


Dear brothers,
Dear friends, 

You and your fellows are welcome to Madeira Island for the celebrations of our 18th Big Chapter, in 27th, 28th, 29th and 30th of April of 2018.
It will be a pleasure to guide you through our flavours, our traditions and into to magnificent Madeiran landscape!
Book in advance your travels and stays, bought in good time you get great prices. 


18th Big Chapter
The Madeiran Meat Academy  
Madeira Gastronomic Brotherhood

– 27th to 30 th of April of 2018 –  
Madeira Autonomous Region

Programme – Provisional, the dates are fixed but some locations and schedule may changes.
Friday, April 27th
 6:30 pm - Gathering of brotherhoods at Praça do Município (Funchal).
                 Departure by bus to Ribeira Brava.
 8:00 pm - Welcome dinner (will be announced).
Saturday, April 28th
 9:30 am - Gathering of brotherhoods at Praça do Município (Funchal).
10:00 am - Reception by Funchal Municipality Mayor.
10:30 am - Parade in Funchal city to Mercado dos Lavradores (market).
11:00 am - Guided visit to Mercado dos Lavradores with welcome drink
12:00 pm - Free time for lunch.
 5:00 pm - Gathering of brotherhoods at Funchal Pier for a Catamaran Trip with
                  the possibility to see whales, dolphins among a magnificent sunset.
 8:30 pm - Dinner at Mercado dos Lavradores.

Sunday, April 29th
 9:00 am - Gathering of brotherhoods at Praça do Município (Funchal).
                 Departure by bus to Convent São Bernardino in Câmara de Lobos.
 9:30 am - Mass at the Convent São Bernardino.
11:00 am - Parade in Câmara de Lobos city center.
12:00 pm - 18th Grand Chapter Ceremony at Museu da Imprensa da Madeira,
                 in Câmara de Lobos
 2:00 pm - Brotherhood Lunch in restaurant Adega da Quinta,
                  at Quinta do Estreito Vintage House.
Monday, April 30th, (no costume required)
 9:00 am - Gathering of brotherhoods at Praça do Município (Funchal).
                 Bus tour around the Madeira Island with tipical Madeiran lunch at
                 Porto Moniz (well known for its basaltic natural pools).
Value per participant: 150,00 €
For the catamaran trip there is a extra of 25,00 €
For more information:
Márcio Ribeiro - (General Secretary) - +351 963129118

12 fevereiro 2018

"As produtoras da Madeira que marcam a diferença"

Marca 'Madeira Vintners' foi destaque no programa Business Planet da Euronews, num artigo de promoção do vinho com alcance mundial. 

Fonte: Diário de Notícias da Madeira, edição impressa de 12 de Fevereiro de 2018.


O Rum 'precioso' da Madeira

A produção da cana é feita durante dois meses por ano: Abril e Maio. 

É graças à empresa 'J. Faria & Filhos, Lda' que o Rum Agrícola da Madeira, mais conhecido como aguardente de cana-de-açúcar, está a ficar reconhecido a nível mundial. 

Fonte: Diário de Notícias da Madeira, edição impressa de 12 de Fevereiro de 2018.




09 fevereiro 2018

Agendada presença em Setembro em Tampere para o Capítulo da "Viiniratarien Veljeskunta".


A Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira agendou a sua presença na cidade de Tampere, capital da região de Pirkanmaa, na provincia da Finlândia Ocidental, no início de Setembro de 2018 onde irá participar no Capítulo da "Viiniratarien Veljeskunta".

Estreito de Câmara de Lobos, 9 de Fevereiro de 2018.

08 fevereiro 2018

Cozinha Gourmet ou minimalismo a peso de ouro?


Se é certo que o mundo mudou, e as pessoas mudaram, não é menos adquirido que os pratos têm vindo a acompanhar o sentido dessa vertiginosa, e não raras vezes paradoxal, mudança.

Antigamente, uma sardinha e uma carcaça para uma família caída em desgraça era, sem eufemismos, uma barrigada de fome. Hoje, um pratinho “chique a valer”, o mais minimalista possível, é dito muito elegantemente “gourmet”. A verdade é que quer num caso, quer noutro, os comensais limitam-se a comer, literalmente, com os olhos.

O prato tem de atrair. Tem de seduzir. Uma espécie de namorico sem beijocas lânguidas, dir-se-ia.

Naturalmente que, para que a refeição se torne uma experiência única, normalmente com preço múltiplo, convém que todos os sentidos sejam aguçados, conforme diz “quem sabe da poda” da gourmetização assente na decoração das preparações. Criatividade é coisa que não falta, com os pratos a fazerem lembrar pinturas de Miró ou Dali ou bizarras esculturas como paellas e feijoadas apresentadas em forma de bolinho a fazer lembrar o Portugal dos pequeninos.


Em sentido contrário às porções cada vez mais aparentadas com severo jejum, o tamanho dos pratos tem vindo a crescer, segundo os entendidos, para que os pormenores ganhem destaque. E, realmente, ganham. Outra coisa não há que isso mesmo: pormenores de comida.

Paralelamente, de parceria com o toque cada vez mais ritualístico das refeições, o número de pratos tem vindo a aumentar. Por outras palavras, a falta de comida é compensada com resmas de loiça para impressionar e “fazer crescer água na boca”.

No fundo, a ideia é dar a ilusão ao cliente de que comeu mais e que pagou menos.

Em matéria de culinária decorativa, atualmente, o que está a dar são reduções, flores comestíveis ou mini-legumes, tudo contadinho a dedo, previamente empratado na cozinha, não vá alguém mais guloso servir-se deselegantemente de mais uma ou duas batatinhas-anãs de uma bandeja tradicional.


Em termos de técnicas de montagem dos pratos, a gastronomia também tem vindo a evoluir com a chamada Regra dos terços, conhecido processo de composição fotográfica.

Ou seja, num só pratalhão gourmet, com comida liliputiana no centro, há pintura, escultura e fotografia. O que não falta é arte ou comunhão de várias. Só não há uma coisa essencial: comida para preencher a cova de um dente. Ou melhor, como diz o madeirense, o que o cliente prova (acentuo a palavra “prova”) são “dentinhos”.

Porém, quem pensa que a exigência de qualidade acaba aqui está para lá de redondamente enganado. Os elementos devem ficar em diagonal, de 3 para 2, uma vez que é esse o sentido que os olhos percorrem, como Cesário Verde e Alberto Caeiro percorriam a verdura com o olhar.

As iguarias ou decorações mais baixas devem ser colocadas na posição 3 e as maiores e mais altas na posição 2, numa montagem multidimensional.

Quanto à disposição dos “dentinhos”, o formato é o de “alvo”, com a iguaria principal a figurar no centro daquele “disco voador” a que chamam prato, circundada pelo acompanhamento e pelo molho, o mesmo sucedendo com o formato das sobremesas.

Já outro formato “na berra” é o de “relógio”. Basicamente, a disposição do prato deverá respeitar a distribuição que se segue: as guarnições, divididas na posição de 10 horas e 6 horas, e a proteína à direita, na posição das 2 horas. Tudo muito matemático e geométrico. Segredos talvez dos Maias ou dos Incas, quem sabe…

Resumindo, aritmeticamente, a quantidade de comida é equacionada com contas de sumir, mas o preço a pagar operacionaliza-se com contas de somar muito, muito multiplicadas.

Num dos anúncios publicitários televisivos, há um famoso “chef” que, depois de levar a comida à mesa, repentinamente, tem a epifania de que falta alguma coisa. No caso, era uma cerveja.

E todos respiram de alívio porque já não falta nada. A não ser, a não ser… comida. Obviamente que não falamos de “cogulos” para fartar brutos, mas comida que não pareça um aperitivo para ir depois a um restaurante menos modernaço almoçar ou jantar (verdadeiramente) sem as estrelas Michelin de uma indisfarçável “roeza”.

Artigo de opinião escrito por: João Abel Torres.
Fonte: Funchal Notícias

07 fevereiro 2018

Porto Moniz acolhe encontro cultural gastronómico de Fevereiro


O encontro cultural gastronómico da Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira do mês de Fevereiro realiza-se no dia 24, no Restaurante "Mar à Vista", no centro da Vila do Porto Moniz e terá o seu início às 19H30.


(...) não se sabe a época precisa em que começou a sua primitiva colonização, mas não deve ter sido muito posteriormente ao princípio do terceiro quartel do século XV. Francisco Moniz, o Velho é dado como um dos seus mais antigos povoadores, devendo, porém, entender-se que foi ele um dos primeiros que ali teve terras de sesmaria e o primeiro que neste lugar constituiu um núcleo importante de moradores com a fazenda povoada que estabeleceu e com a capela adjunta que fundou.

Estreito de Câmara de Lobos, 7 de Fevereiro de 2018.

06 fevereiro 2018

AMC/CGM representada no Encontro Nacional das Confrarias Gastronómicas


A Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira esteve representada no Encontro Nacional das Confrarias Gastronómicas, em Bragança, organizado pela Federação Portuguesa de Confrarias Gastronómicas, no dia 3 de Fevereiro, e inserido no Festival do Butelo e das Casulas 2018.

Estreito de Câmara de Lobos, 6 de Fevereiro de 2018.










05 fevereiro 2018

Fevereiro e Março com presenças agendadas em França

Confrérie Gastronomique du Val de Loire "Gran Ordre du Pelon"

A Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira faz saber de que estará presente nos seguintes Capítulos que se realizam em França, nos meses de Fevereiro e Março.

Assim a 24 de Fevereiro estará no Capítulo da "Confrérie Saint-Romain et Pays Libourne", que se realiza na localidade de Saint-Romain-la-Virvée, região de Aquitânia.

A 3 de Março no Capítulo da "Confrérie du Pain d`Epices de Saint Grégoire de Nicopolis", que tem lugar na localidade de Pithiviers, região do centro de França.

A 17 de Março estará no Capítulo da "Confrérie des Tripaphages", que acontece na localidade de Château-Gontier, na região País do Loire.

E no dia18 de Março no Capítulo da "Confrérie Gastronomique du Val de Loire-Gran Ordre du Poelon", que se realiza na localidade de Tours, região centro-oeste de França.

Estreito de Câmara de Lobos, 5 de Fevereiro de 2018.


Imprensa

> JM-Madeira: Academia Madeirense das Carnes com vários eventos em agenda
Com tecnologia do Blogger.

 

© 2013 Academia Madeirense das Carnes - Confraria Gastronómica da Madeira. All rights resevered. Designed by Templateism

Back To Top