14 dezembro 2016

Presença no Capítulo da Confraria duChapon des Monts de Blond

11:14























Crónica escrita pelo nosso confrade Lino de Jesus Dionisio na sua presença na Suíça:

"Percorridos quase 800km, pela madrugada cheguei à aldeia de Blond na região de Haut Limousin, em França, que em tempo normal tem cerca de 600 habitantes mas que no espaço de um dia, e sempre neste fim-de-semana desde há 25 anos recebe cerca de 10 a 12 mil visitantes, numa que é uma das maiores feiras da região. Os comerciantes bem de madrugada montam as suas tendas para exporem os seus produtos regionais de muito boa qualidade, elaborados de maneira artesanal numa grande maioria. Os primeiros visitantes começaram a chegar e foram se apropriando dos espaços. Uns simplesmente vêm pelo ambiente de festa e outros para fazerem as suas previsões para o Natal onde os cheiros se misturam e o ambiente de festa relembram um pouco a 'Noite do Mercado' para os Madeirenses. 
É este também o espaço que escolheu a Confraria duChapon des Monts de Blond para festejar mais um Capítulo e isto pela 20.ª vez. 
O dia começou a surgir da penumbra da noite nesta aldeia rodeada de florestas, os cheiros dos produtos expostos que se misturavam aos da natureza húmida pelo sereno da noite e o fresco que se fez sentir convidava-nos a beber algo quente para nos aquecer um pouco, à maneira do nosso cacau nas madrugadas das Missas do Parto. No momento em que os comerciantes começaram a fazer as suas primeiras vendas os membros das 51 Confrarias inscritas começaram a chegar e foram encaminhados para o local onde está já preparado um pequeno-almoço bem à francesa e que começou a ser servido por volta das 8h00. Um pouco mais tarde, cerca de 9h30, as Confrarias foram chamadas uma a uma e prepararam-se para o desfile através das pequenas ruas da aldeia onde foram deambulando entre comerciantes, forasteiros e gente vinda de muito longe para comprar o que por lá dizem ser os melhores produtos da região. Eram 11h30 quando a parte mais oficial do Capítulo começou com os discursos oficiais das entidades políticas regionais e nacionais. De notar que uma equipa regional do canal de TV France3 esteve presente.
Se esta Confraria festeja o seu 20.°aniversário, foi a primeira vez que receberam uma confraria estrangeira o que para eles foi um grande orgulho, tendo os elogios e os agradecimentos enchido a boca dos discursantes. Os aplausos também foram muitos, o que me deu um certo orgulho e me provocou uma certa emoção, como também já tem vindo a ser habitual. Todas as Confrarias gostariam de ter a nossa presença num dos seus Capítulos. 

Com os novos membros já entronizados e a parte mais oficial terminada, cerca das 14h00, foi-nos servido uma refeição com base nos produtos regionais e sobretudo do produto do dia que é o Chapon (capão, galo capado), terminando com o bolo de aniversário.
Depois de tudo isto olhei para o relógio e já se aproximava das 18h00, hora em que tinha previsto o regresso. Fiz os quase 800km de volta a casa com o sentimento de uma vez mais ter representado o melhor da Confraria Gastronómica da Madeira mas também o nome Madeira, tanto como destino turístico mas também gastronómico. 

Aproveito a ocasião e isto porque acompanhei, no passado dia 8, à Função do Porco, proposta pela 
CGM ao público no Estreito de Câmara de Lobos, e também nos comentários pela parte de algumas pessoas que se dizem defensoras não sei bem do quê, para agradecer por preservarem esta tradição secular, a meu ver bem antes das luzinhas nas ruas do Funchal e que era sempre um dia de festa e que continua a ser. Quando tenho oportunidade de ir de férias nesta época ao Arco de São Jorge, de onde sou natural, participo juntamente com os meus familiares e amigos nesta função. 

Queria também mandar uma mensagem a esses tais defensores para saírem um pouco e verem o que se passa um pouco por outros países, com raízes bem aceites na preservação destes eventos (relembrando que também sou de acordo que deve ser feito com regras e com respeito pelo que se faz)."

Escrito por

A Academia Madeirense das Carnes - Confraria Gastronómica da Madeira é uma associação sem fins lucrativos, que promove e defende a Gastronomia Regional Madeirense e todo o seu partimónio cultura.

0 comentários:

 

© 2013 Academia Madeirense das Carnes - Confraria Gastronómica da Madeira. All rights resevered. Designed by Templateism

Back To Top